Pequenas ações geram mais vendas e menos perdas no varejo

por Hailton Santos 08-07-2022 10:03
Entre em contato:

35-1

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), as vendas do comércio varejista ampliado registraram alta de 1,1% no primeiro trimestre de 2022, se comparado ao mesmo período de 2021. Só em março último as vendas foram 4,5% maiores do que o mesmo mês do ano passado. E o ritmo deve ser o mesmo até o final da temporada. A boa dica é que o varejo, sempre atuando com margens de lucro muito apertadas, pode rentabilizar mais seu negócio com ações que geram mais vendas e ao mesmo reduzem as perdas.

As perdas são um dos maiores vilões do varejo. Em tempos em que as vendas ainda estão se reaquecendo por conta da pandemia, elas impactam ainda mais nos resultados das companhias. Por isso, torna-se fundamental minimizar as perdas, independentemente do tamanho e o segmento do varejista. A boa notícia é que é possível reduzí-las com algumas ações simples e de baixo custo.

Para o consumidor, uma boa experiência de compra é fundamental. E é isso que o varejista busca proporcionar com o uso de cadeados eletrônicos na proteção de alguns produtos, especialmente aparelhos celulares e eletroeletrônicos. Até algum tempo atrás, eles ficavam confinados em prateleiras fechadas, onde o processo de interação com o comprador era praticamente zero.

 

Mais vendas e menos perdas com cadeados eletrônicos

O uso de cadeados eletrônicos acaba com a inibição do produto e, consequentemente, faz aumentar as compras por impulso dos clientes, além de possibilitar o atendimento a mais pessoas simultaneamente. A exposição de aparelhos eletroeletrônicos por meio de cadeados eletrônicos (utilizados por 26,17% dos varejistas de acordo com a Pesquisa Abrappe), argumenta a Abrappe, pode aumentar as vendas em até 30%. Na prática, ao adotar o conceito de autosserviço, devidamente protegido, os varejistas permitiram a aproximação do cliente aos produtos. Mais degustação, mais vendas, simples assim.

Os equipamentos de segurança permitem que os clientes manuseiem os aparelhos eletrônicos e de informática de última geração. Alguns cadeados eletrônicos, por sua vez, já foram desenvolvidos de encontro ao conceito de merchandising visual da loja, o que faz com que os consumidores fiquem à vontade no estabelecimento e não se sintam inibidos em mexer nos aparelhos.

 

Etiquetas e protetores acrílicos também são recomendáveis

Outras soluções simples para ampliar as vendas são as etiquetas e os protetores acrílicos. As primeiras, utilizadas na proteção de bebidas, especialmente aquelas de alto valor agregado, como uísque, por exemplo, beneficiam as vendas por proporcionarem aos clientes, assim como os cadeados eletrônicos, a interação com o produto.

Hoje a tecnologia é fundamental não só para prevenir, mas para potencializar as vendas por meio da exposição segura dos produtos, além de entregar dados essenciais para o fomento de campanhas para os clientes, como costuma dizer diz Hailton Santos, diretor Comercial da Gunnebo Cash Management.

Os protetores acrílicos, por sua vez, são confeccionados em policarbonato, o que lhes confere grande resistência e durabilidade. Um modelo adequado a cada necessidade: desde os diferenciados protetores para aparelhos de barbear, simples e duplos, até a criação de uma nova peça específica para um determinado produto.

 

Adote a cultura da prevenção de perdas

Para controlar as perdas, o primeiro passo é adotar de maneira imperativa a cultura de prevenção. Nos pequenos e médios varejo ainda existe o conceito do ‘caro’ em implantar processos e utilizar ferramentas e soluções que ajudam na gestão e podem acelerar seus resultados. Empresas que mudaram a mentalidade, não só tem alcançaram melhores resultados como também se tornado mais sólidas e com perspectivas de crescimento.

Uma coisa é fato: não existe tecnologia ou equipamento para varejo que resolva todos os problemas das perdas de uma só vez ou da noite para o dia. É necessário um conjunto de ações para mitigar esse problema. Mas para começar, simples soluções como cadeados eletrônicos, gancheiras e etiquetas ajudam muito a prevenir as perdas.

Portanto, mãos à obra. Comece já a ampliar suas vendas e reduza as perdas ao mesmo tempo.

 

Nova call to action

Topics: Perdas no Varejo, O profissional de Prevenção de Perdas, Sistemas Antifurtos