Quem é o Profissional de Prevenção de Perdas dos novos tempos?

por Antônio Balbino 02-07-2019 10:57
Entre em contato:

profissional de prevenção de perdas

O varejo brasileiro vive, especialmente na última década, um momento de transformação e o profissional de prevenção de perdas vai ganhando espaço nas empresas. Agora, o varejo deve priorizar investir mais em pessoas e tecnologia para reduzir perdas e rentabilizar seu negócio em tempos difíceis. Com estas mudanças, as varejistas passam a buscar profissionais com um novo perfil, que se adequem melhor aos novos tempos. Mas como se posicionar profissionalmente neste novo cenário? Neste artigo, que é uma versão estendida do publicado na nova edição da Revista Prevenção de Perdas, irei responder algumas perguntas e dar dicas sobre este novo perfil do profissional de Prevenção de Perdas.

Qual deve ser o perfil do novo profissional de prevenção de perdas?

Com tantas mudanças no varejo, fica claro que as varejistas precisam mudar o que procuram em um profissional de Prevenção de Perdas. Vasto conhecimento, atitudes e habilidades, como bom poder de negociação, resiliência, comunicação, motivação, disciplina, polivalência e liderança são os grandes diferenciais deste novo profissional.

Tenho discutido bastante sobre essas competências e qualificações com colegas da área. Muitas empresas passaram a adotar diferentes estratégias e, ao invés de buscar esses profissionais já prontos no mercado, perceberam a importância de qualificar os que estão em casa com programas de trainee, em que conseguem aproveitar os profissionais que já conhecem a empresa e suas políticas. Ainda que seja importante ter uma visão de fora do negócio, programas como estes são grandes diferenciais para qualificar, reter e atrair novos talentos na empresa.

Em resumo, o profissional de prevenção de perdas deve estar preparado não apenas para utilizar os equipamentos e softwares, mas também para extrair o que há de melhor de cada tecnologia disponível.

 

Quais são os segredos para construir uma equipe de sucesso em Prevenção de Perdas?

Não existem segredos! Criar uma equipe vencedora de prevenção de perdas não é uma missão impossível. Para ter uma equipe de alta performance, o principal é não omitir resultados. Ser transparente é fundamental. Porém o resultado da área de prevenção de perdas dependerá diretamente do engajamento dos demais setores da empresa. Construir um objetivo em comum de forma clara com missão e finalidade entre todas as áreas da empresa é importantíssimo.

Outro aspecto importante é praticar o reconhecimento da equipe. Definir metas para sua equipe e estabelecer prêmios, que não precisam ser necessariamente em dinheiro, incentiva um melhor desempenho dos colaboradores. Premiar a equipe com viagens, almoços, treinamentos e até mesmo contar com o marketing da empresa para promover ações de reconhecimento.

As avaliações de desempenho, por exemplo, precisam ser realizadas mais de uma vez ao ano. E digo isto pois esta é uma grande falha do varejo no Brasil: a falta de planejamento e previsão. Reuniões mensais de resultado com a diretoria e internamente, com todos os níveis, ajudam a integrar a equipe e a prever e resolver questões.

Reunir diretores e equipes, mostrar resultados positivos do setor e de cada equipe e profissional motiva e faz com que toda a empresa busque melhorar junto para não ficar para trás. É preciso entender: o Capital Humano é o braço direito da prevenção de perdas.

 

Como avaliar o comportamento do varejo em relação à Prevenção de Perdas?

Costumo dizer que estamos no melhor momento do varejo, muita coisa chegando e sendo cada vez mais viabilizada para varejistas, como ferramentas de BI que trazem dashboards completos com todos os indicadores da empresa. Extrair as informações necessárias das soluções permite ao varejista dados para a tomada de decisões.

De nada adianta ter as ferramentas nas mãos e não implantar ou implantar e burocratizar os processos. O varejista precisa saber como e por onde começar. Por isso é essencial buscar especialistas, profissionais de prevenção de perdas que tenham um olhar estratégico.

As empresas tendem a esquecer, com o passar do tempo, como foi difícil alcançar um bom índice de perdas. Quando isto ocorre, é comum os varejistas acharem que o investimento em prevenção pode ser reduzido. É neste momento que o profissional de prevenção de perdas deve agir, demonstrando tudo o que está sendo feito por sua equipe para melhorar o desempenho da empresa e o quanto conseguiu reverter em lucro desde o início de suas atividades. Encontrar um balanço ideal entre os gastos com a área e o retorno sobre o investimento é fundamental.

 

Construir uma equipe de Prevenção de Perdas alinhada e com objetivos bem definidos junto a empresa é a chave para grandes conquistas no varejo. O novo profissional de Prevenção de Perdas precisa ter vontade de aprender e estar em constante evolução. Acompanhar as mudanças do varejo, ser flexível e adaptável são as necessidades destes novos tempos. Boa sorte em sua jornada!

 

REVISTA Prevenção de Perdas 2019 edição 11 Gunnebo Este artigo foi publicado em uma versão reduzida na edição 11 da Revista Prevenção de Perdas. Para acessar mais conteúdos da Revista, baixe aqui a versão digital gratuitamente.

 

 

Ebook Conceitos Básicos sobre Perdas no Varejo

Topics: Perdas no Varejo, Equipe e Treinamento, O profissional de Prevenção de Perdas