Como funcionam os sensores antifurtos na entrada das lojas?

por Rui Rodrigues 07-08-2018 13:11
Entre em contato:

como funcionam os sensores antifurtos na entrada das lojas de varejo

Para combater os roubos e furtos tão comuns no varejo, é preciso investir em soluções de segurança que protejam diretamente os pontos mais vulneráveis, como por exemplo a entrada de uma loja. Dentre as soluções disponíveis no mercado, uma das mais conhecidas e procuradas é a tecnologia EAS ou Vigilância Eletrônica de Mercadoria. As famosas antenas de proteção ou sensores antifurtos são uma forma eficaz de prevenir perdas sejam elas roubos ou furtos. Sabemos que o objetivo desta tecnologia é proteger os produtos, mas como funcionam os sensores antifurtos tão comumente encontrados nas portas de lojas do varejo?

O que é a tecnologia dos sensores antifurtos?

Os equipamentos antifurtos de mercadorias conhecidos pela sigla VEM (Vigilância Eletrônica de Mercadorias) ou EAS (do inglês Electronic Article Surveillance) são utilizados para prevenir furtos através da utilização de dois elementos essenciais:

1. Elementos de proteção: os elementos de proteção são conhecidos como etiquetas antifurtos ou etiquetas protetoras. São encontrados em diversos formatos e modelos, sendo aplicados diretamente ao artigo de roupa ou mercadoria a serem protegidos. No ato da compra, essa etiqueta é removida ou desativada. 

2. Elementos detectores da presença dos elementos de proteção: aqui entram em foco os sensores antifurtos ou antenas protetoras, que ficam situados na entrada das lojas, por onde passam os objetos cujo furto se deseja controlar. As antenas antifurtos se comunicam através de frequências específicas com as etiquetas e, caso a etiqueta não seja removida ou desativada quando o item for retirado da loja, as antenas emitirão um alarme notificando a atitude suspeita.

 

Como funciona o sistema de alarme antifurto composto de antenas e etiquetas?

Os sensores antifurtos funcionam enviando um sinal que se espalha em todas as direções a partir de uma saída da loja. Se uma etiqueta protetora rígida ou adesiva, da mesma tecnologia, passar por esse sinal sem ter sido desativada, os sensores antifurtos ou antenas perceberão sua passagem, gerando um alarme que poderá ser uma sinalização sonora, luminosa, de vibração ou uma mistura destes sinais.

Existem diferentes tecnologias antifurtos, para diferentes ambientes e tipos de loja:

a. Rádio-frequência (RF)

b. Acusto-magnética (AM)

c. Microondas (em desuso).

 

Essas tecnologias são utilizadas em diferentes tipos de estabelecimentos. Esses sistemas antifurtos têm características particulares que se adequam a diversos fatores que têm importância na prevenção de furtos. As aplicações de cada tecnologia variam de acordo com os segmentos do varejo, mas apenas um especialista ou consultor especializado poderá afirmar qual a melhor opção para cada varejista.

 

>>Quer saber mais sobre a tecnologia EAS? Baixe agora
o Ebook gratuito Vigilância Eletrônica de Mercadorias
<<

 

De que maneira os sensores antifurtos podem contribuir para o varejo?

1- Tecnologia

O principal objetivo dos sensores antifurtos é, como falamos anteriormente, evitar o furto em lojas. Sua tecnologia é voltada para prevenir furtos em tempo real. Mas, para além desta função principal, a tecnologia também pode ser usada para coletar dados sobre o fluxo de clientes. Uma vez que todos os que entram e saem de uma loja passam pelas antenas EAS, esse movimento pode ser registrado e comparado.

2- Fator inibidor

A presença dos sensores antifurto já traz proteção ao ambiente, antes mesmo de serem ativados por um possível furto. Ter antenas instaladas deixa claro aos furtantes que sua loja está protegida e preocupada com as perdas, inibindo possíveis ações planejadas. Inibir a presença de furtantes é um passo importante na prevenção de perdas.

 

>> Se interessou por saber mais sobre sensores antifurtos e sua aplicabilidade? Acesse agora mesmo nosso ebook gratuito e entenda melhor seus usos, diferenças e vantagens.


3- Design

Além da tecnologia, as antenas antifurto podem ser utilizadas como apoio também às áreas de marketing e arquitetura, por exemplo. Seu uso tem se tornado cada vez mais "curinga", graças à criatividade e inteligência dos profissionais de varejo. O design da loja pode ser construído em equilíbrio com as antenas, como você pode ver nos exemplos que demos aqui.

 

Veja exemplos reais do uso da tecnologia EAS no varejo:

Loja em São Paulo inclui sistemas antifurtos desde o projeto

Antena antifurto com detector de metal permite ação mais focada na Caedu

Quando um projeto antifurtos se torna um desafio de proporções continentais

 

New Call-to-action

Topics: Sistemas Antifurtos, Furtos internos, Segurança Eletrônica, Arquitetura, Perdas no Varejo